registe-se
recuperar password
- Programa "Mulheres + Ativas"

“Mulheres + Ativas na gravidez” é o tema das próximas iniciativas do programa piloto “Mulheres + Ativas”, promovido pela Tempo Livre e pela Câmara Municipal de Guimarães, no âmbito do projeto europeu SWUP - Sport for Women in Urban Places, co-financiado pelo programa Erasmus+ Sport da União Europeia e que envolve parceiros de França, Itália, Roménia, Holanda, Espanha e Bulgária.
Na passada sexta-feira a Casa da Memória acolheu um workshop em que Catarina Ribeiro (atleta de alta competição de ginástica rítmica), Alexandra Gonçalves (jogadora de futsal) e a médica pediatra Liliana Macedo (Coordenadora do Serviço de Pediatria do Hospital da Luz) abordaram a importância da atividade física e desportiva na adolescência e juventude.  No domingo, no Parque de Lazer de Lordelo foram promovidas atividades de ginástica e rastreios de saúde de participação gratuita.

“Mulheres + Ativas” prossegue no próximo dia 29 de março com o workshop Mulheres + Ativas na gravidez (14h30, na Casa da Memória) para o qual está prevista a participação de Liliana Ribeiro. No dia 31 de março (domingo, 10h00), será a vez do Parque da Cidade Desportiva, junto à Pista de Atletismo Gémeos Castro, acolher atividades de ginástica e rastreios de saúde de participação gratuita.
O programa “Mulheres + Ativas” arrancou no dia 8 de março (Dia Internacional da Mulher) e prolonga-se até 7 de abril (Dia Internacional da Saúde), dia em que se realizará a Caminhada da Saúde, com concentração às 10 horas junto à Academia de Ginástica de Guimarães.
Ao aderir às diversas iniciativas do programa piloto pode reunir no “passaporte Mulher+Activa” carimbos de participação e trocar o mesmo por uma t-shirt no dia da Caminhada da Saúde (7 de abril).
“Mulheres + Ativas” integra um ciclo de quatro workshops versando as temáticas “Mulheres + Ativas” e doenças crónicas, na idade sénior, na adolescência e juventude e na gravidez, Ginástica no Parque (atividades de ginástica em parques de lazer) e uma Caminhada da Saúde (7 de abril) em que se reforçarão as vantagens do exercício físico, mobilizando todas as forças ativas do concelho para uma grande caminhada que vai assinalar, também, o Dia Mundial da Saúde. 

O projeto SW-UP tem como objetivo principal tornar os espaços urbanos e de lazer mais amigáveis para a prática desportiva e da atividade física pelas mulheres e procura sensibilizar, tanto mulheres como homens, para os benefícios que a atividade física regular acrescenta à saúde. O SWUP tem na sua base pesquisa científica e assenta na realização de sondagens, inquéritos, partilha de experiências e boas práticas, perspetivando a apresentação de um documento final que reúna recomendações que contribuam para fomentar a atividade física e a participação feminina, sensibilizando as mulheres sedentárias, em particular e a comunidade em geral para os benefícios que essa atividade física regular comporta para a saúde.
A missão do projeto SW-UP enquadra-se nas políticas europeias de fomento da participação feminina no desporto e atividade física, e concede particular atenção às barreiras que as mulheres enfrentam, designadamente nos ambientes urbanos, e tendo em vista torná-los mais acessíveis, seguros e amigáveis à prática desportiva.
O SW-UP Sport for Women in Urban Places, além da Tempo Livre e da Câmara Municipal de Guimarães, tem sete parceiros internacionais: ALDA - Association for Local Democracy (Estrasburgo, França), IRS - Instituto per la Ricerca Sociale (Milão, Itália), Comune di Corbetta (Itália), Polisportiva di Corbetta (Itália), Ajuntament de Granollers (Granollers, Espanha), Mulier Institutuut Centrum Voor Sociaal-Wetens (Utrecht, Holanda), Municipiu Ramnicu Sarat (Roménia) e Sofia (Bulgária).
O projeto “Mulheres + Ativas” tem como parceiros locais o jornal Mais Guimarães e o Hospital da Luz, contando também como a colaboração de um conjunto de entidades locais que aderiram ao projeto (Cercigui, APCG, Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência, Casa da Memória, GTEAM, Guimagym, Vitória Sport Clube, Fraterna, Sol do Ave e EIM).


MULHERES + ATIVAS (PRÓXIMAS ATIVIDADES)


WORKSHOPS (Casa de Memória. Participação gratuita, mas limitada à capacidade do espaço)
- 29 de março (14h30): Mulheres + Ativas na gravidez

GINÁSTICA NO PARQUE (Aula de ginástica e rastreios médicos de participação gratuita)
- 31 de março (10h00): Parque da Cidade Desportiva

CAMINHADA DA SAÚDE (Participação gratuita)
- 7 de abril, concentração na junto à Academia de Ginástica de Guimarães


SABIA QUE ?

• 36% das mulheres, em Guimarães, refere a falta de companhia como principal razão para não praticar desporto ou atividade física.
• Na Europa, 43% das mulheres inativas alega falta de tempo, 30% falta de companhia para praticar desporto ou exercício físico, 20% justifica-se com desinteresse e desmotivação e para 14% a doença, incapacidade e/ou gravidez são apontadas para justificar o sedentarismo.
• Estudos científicos demonstram que os riscos com a prática de atividade física aeróbica moderada durante a gravidez são muito baixos
• Não há aumento de probabilidade de nascimento prematuro ou recém-nascido de baixo peso
• A atividade física moderada durante a gravidez não interfere com a qualidade do leite materno

• Uma mulher grávida deve praticar até 150 minutos por semana de atividade física de intensidade moderada
• As atividades de reforço muscular e ósseo são as mais recomendadas: caminhada, pilates, natação e treino com peso do corpo são algumas das possibilidades.
• Em Guimarães existe um programa especialmente concebido para grávidas: Barriguinhas Desportistas é um projeto que resulta da parceria estabelecida entre o Hospital Senhora da Oliveira, Universidade do Minho e Câmara Municipal de Guimarães que a Tempo Livre está a dinamizar. Trata-se de um serviço gratuito de atividade física pré-parto, com três aulas semanais, acompanhado por médicas e técnicas de educação física, especificamente orientado para grávidas residentes no Alto Ave.

voltar
 
Design por Martino & Jaña Design | Desenvolvido por Webprodz