registe-se
recuperar password
Bruxelas
Sport For Women in Urban Places
Tempo Livre participou na reunião final de coordenação do projeto Sport For Women in Urban Places

A Tempo Livre participou na reunião final de coordenação do projeto Sport For Women in Urban Places (SW-UP) que se realizou em Bruxelas entre 17 e 19 de junho. O projeto SW-UP, cofinanciado pelo programa Erasmus + da União Europeia, tem por missão sensibilizar as mulheres para a prática regular de exercício físico ao ar livre e contribuir para a construção de espaços urbanos mais amigáveis da prática desportiva feminina.
Para além da Tempo Livre e da Câmara Municipal de Guimarães, entidades parceiras do projeto que representaram Portugal no SW-UP, participaram as cidades de Corbetta (Itália), Ramnicu Sarat (Roménia), Sofia (Bulgária) e Granollers (Espanha) e entidades como o Mulier Instituut (Holanda), ALDA - European Association of Local Democracy e IRS – Instituto per la Ricerca Sociale (Itália).
A agenda de trabalhos contemplou, para além do balanço de atividades e trabalho científico realizado ao longo de 18 meses de implementação, um evento internacional que envolveu participantes de organizações não governamentais sediadas em Bruxelas – “Sport Women in the City” e uma caminhada – “Noms Peut-Être” – pelas ruas da cidade que teve como propósito chamar à atenção para a discriminação das mulheres e combater o sexismo no espaço urbano.
Na mesma sessão de trabalhos foram partilhados os resultados da sondagem realizada em 2018, e na qual Guimarães participou, e que identifica as principais barreiras que as mulheres enfrentam no espaço urbano quando decidem praticar desporto ao ar livre. O estudo, que foi coordenado cientificamente pelo Mulier Instituut (Utrecht, Holanda), será brevemente disponibilizado para consulta publica.

Guimarães, através da Tempo Livre e da Câmara Municipal, colaborou com trabalho de investigação e diagnóstico, destacando-se os contributos para o catálogo que boas práticas – com indicação dos projetos “Barriguinhas Desportistas” e “Vida Feliz” -, o programa piloto “Mulheres + Ativas” e o trabalho colaborativo com as instituições e parceiros locais sobre espaço desportivo inclusivo (que contou com contributos da APCG, Cercigui e Forum Municipal para a Pessoa com Deficiência).
Recorde-se ainda que ao longo de 18 meses foram desenvolvidas em Guimarães várias iniciativas como o programa “Mulheres + Ativas” que contemplou palestras, atividades físicas ao ar livre, uma caminhada, rastreios de saúde e aconselhamento médico. Foram igualmente promovidas reuniões transnacionais e encontros de trabalho com entidades parceiras locais para elaboração de recomendações, recolha de depoimentos, participação em sondagens e resposta a questionários.

MAIORIA DAS MULHERES É INATIVA

Numa sondagem coordenada cientificamente pelo Mulier Institut (Utrecht, Holanda), conclui-se que 58% das mulheres (que responderam ao inquérito em Guimarães), entre os 36 e os 55 anos, são inativas  e apontaram como principais razões para a sua inatividade física a dificuldade de conciliação de tempo pessoal, profissional e familiar, não gostar de atividade física/desporto e não ter companhia (para praticar exercício físico ou desporto ao ar livre). Além disso, não ter companhia para praticar atividade física ao ar livre, uma certa perceção de insegurança (sobretudo entre as mulheres mais jovens e acima dos 65 anos) e o facto de nunca ter praticado atividade física ou desporto ao ar livre foram identificadas como barreiras à atividade.
Não obstante, o estudo aponta a manutenção ou melhoria da qualidade da saúde e da condição física e o relaxamento como elementos de motivação para se ser ativa, tendo as mulheres de Guimarães concedido particular atenção à segurança dos espaços ao ar livre (parques de lazer, jardins, polidesportivos), boa manutenção dos parques e a proximidade a casa ou do local do trabalho como condições necessárias à prática desportiva.

MAIS E MELHOR ATIVIDADE FÍSICA

A melhoria das redes de transportes públicos, mais e melhor informação de sensibilização para os benefícios que a atividade física regular reflete na saúde e bem-estar, a implementação de programas de promoção da atividade física orientados para grupos específicos (grávidas, doentes oncológicas, diabéticos, seniores, pessoas com incapacidades físicas resultantes de doença, acidente ou de causas naturais, entre outros), foram algumas das situações identificadas no trabalho desenvolvido pela Tempo Livre e a Câmara Municipal de Guimarães.
Tendo como vetores os contextos de família, segurança, conciliação do tempo e atividades/eventos ao ar livre, o  programa piloto proposto (Mulheres + Ativas) por Guimarães no contexto do SW-UP concretizou as recomendações avançadas pelos respondentes do inquérito sugerindo a promoção de programas de atividade física para todos nos parques de lazer do concelho, atividades orientados para as famílias, sobretudo para mulheres com crianças pequenas, mais diversidade de propostas e iniciativas, ginástica laboral, mais e melhor informação e comunicação nos parques de lazer e reforço da aposta em atividades ao ar livre.
“Mulheres + Ativas” integrou um ciclo de quatro workshops (realizados na Casa da Memória e versando as temáticas “Mulheres + Ativas” e doenças crónicas, na idade sénior, na adolescência e juventude e na gravidez) e Ginástica no Parque (nos parque da Cidade, da Ínsua, de Lordelo e da Cidade Desportiva), encerrando com uma Caminhada da Saúde em que se reforçaram as vantagens do exercício físico, mobilizando algumas as forças ativas do concelho para a caminhada.
Ao longo do projeto constatou-se que as pessoas mais sedentárias aumentaram os níveis de atividade física e assumiram a intenção de mudar de atitude e intensificar a atividade física regular. Ainda assim, foram as mulheres que mais praticaram e frequentaram as sessões de ginástica no parque e marcaram presença na caminhada.
O sucesso do programa “Mulheres + Ativas” constata-se também pelo facto de mais de 80% dos participantes apoiar a continuidade da iniciativa, realçando as palestras (experiências de vida) e a Caminhada como aspetos mais relevantes
Entre as motivações mais frequentes apresentadas como justificação para participar no programa piloto, os participantes indicaram o interesse pessoal em desporto/atividade física ao ar livre, a possibilidade de praticar atividade física ao ar livre com outras pessoas e o tipo de programa e ações propostas
O programa “Mulheres + Ativas” teve como parceiros locais o jornal Mais Guimarães e o Hospital da Luz, contando também como a colaboração de um conjunto de entidades locais que aderiram ao projeto (Cercigui, APCG, Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência, Casa da Memória, GTEAM, Guimagym, Vitória Sport Clube, Fraterna, Sol do Ave e EIM).
O projeto Sport For Women in Urban Places (SW-UP) é cofinanciado pelo programa Erasmus+ da União Europeia, e tem a Câmara Municipal de Guimarães e a Tempo Livre como entidades parceiras em representação de Portugal. 



 

voltar
Até 1 de março
Reino da Diversão no Multiusos de Guimarães
Pista de Gelo, montanha russa, carrosséis e festa do chocolate num megaevento para todas as idades
ler mais
Inscrições abertas
Jornadas de Exercício Físico no Pré e Pós Parto
Tempo Livre promove no dia 7 de março as I Jornadas de Exercício Físico e Saúde no Pré e Pós Parto
ler mais
Inscrições abertas
Formação Executiva para Dirigentes Desportivos
Tempo Livre e Câmara Municipal de Guimarães organizam Curso de Formação para Dirigentes Desportivos
ler mais

Liga Mini 2020
Liga Mini arranca no dia 15 de fevereiro com jornada dedicada à psicologia e nutrição
ler mais
7 de março de 2020
Lucas Lucco em Guimarães
Um dos maiores fenómenos da música atual do Brasil de regresso ao Multiusos de Guimarães
ler mais
13 de março e 17 de outubro de 2020
Rui Sinel de Cordes
Digressão "O Início é o Fim" de Rui Sinel de Cordes com espetáculos agendados para o Multiusos de Guimarães
ler mais
2 de abril
Ana Carolina
Ana Carolina celebra 20 anos de carreira no Multiusos de Guimarães com o espetáculo da digressão "Fogueira em Alto Mar"
ler mais
16 de maio
Tony Carreira - Tour "Estou aqui"
Tony Carreira regressa ao Multiusos de Guimarães com o espetáculo da Tour "Estou aqui"
ler mais
Desporto
Tempo Livre reforça aposta na formação
Através do CED-G (Centro de Estudos do Desporto de Guimarães), Tempo Livre apresenta plano formativo abrangente e transversal
ler mais
2019
Multiusos de Guimarães bateu recorde
Superado em 2019 o recorde de número de eventos realizados num só ano
ler mais

Cidades Ativas, pessoas (mais) Felizes
Especialistas europeus participaram em Guimarães no Seminário Internacional “Cidades Ativas, pessoas (mais) Felizes”
ler mais

Guimarães promove envelhecimento ativo
Escola de Medicina da Universidade do Minho elabora estudo para avaliar projeto “Vida Feliz”
ler mais
Gala do Desporto
Guimarães distinguiu mérito desportivo
Gaspar Gonçalves distinguido com o prémio "Homenagem" e Gustavo Castro com o prémio "Carreira". Atribuídas 5 bolsas de formação
ler mais
 
Design por Martino & Jaña Design | Desenvolvido por Webprodz